quarta-feira, 8 de junho de 2011

TODAS AS CORES DO MARKETING

Empresas dos mais variados setores da economia colorem as gôndolas do varejo ao apostar em novas tonalidades, que oferecem um verdadeiro arco-íris de possibilidades aos consumidores brasileiros. Tão antiga quanto a lenda de que no fim do arco-íris tem um pote de ouro, a teoria das cores figura entre os temas de maior interesse da humanidade, desde a antiguidade.

Platão disse "É da mistura do fogo que entra em nós e sai de nossos olhos que nascem as cores." Veio Aristóteles e afirmou que existiam apenas 7 cores, sendo que as demais resultariam da mistura do branco, amarelo, vermelho, violeta, verde, azul e preto. Séculos se passaram e Isaac Newton usou um prisma para comprovar que as cores possuem comprimento de onda diferentes, resultando em determinadas sensações ou efeitos. Por fim Johan Goethe mergulhou fundo nessa questão e em 1810 escreveu "A Teoria das cores", utilizada por muitas empresas para alavancar suas vendas, sendo que os cases nacionais mais recentes estão presentes na indústria autmobilística.

O Brasil é conhecido em todo mundo por sua alegria, pelas cores do seu Carnaval, porém na década de 80 a maioria dos automóveis comercializados eram nas cores preto, prata e branco. Naquela época essas cores neutras denotavam conservadorismo, status e prestígio. Para a alegria de qualquer designer de carros essa realidade mudou nos últimos anos. Foi-se o tempo em que automóveis vermelhos, amarelos e verdes ficavam mais tempo nas concessionárias brasileiras e tinham seu preço depreciado em até 15%.


Talvez seja o case mais interessante em termos de cores nos últimos 2 anos, o novo Fiat Uno foi lançado em cores vibrantes como o Amarelo Citrus, Vermelho Al-pine e Azul Splash. Essas cores marcam presença na campanha da Leo Burnett, criada para divulgar o lançamento do carro da montadora. Além dos filmes "Cidade Mágica", "Unidunitê" e "Bebê" a estratégia criou 20 peças de mídia impressa e um anúncio especial que permitia "espiar" o interior do carro.

Não é atoa que no primeiro semestre a Fiat emplacou 411.522 unidades, entre automóveis e veículos comerciais leves, sendo o Fiat Uno responsável por 105.698 desses veículos, colocando na segunda posição do ranking nacional de automóveis. Com 25% do market share a montadora voltou a ampliar sua liderança pelo sétimo mês consecutivo.

CORES MAIS VENDIDAS
Cor Cinza - 40%
Cor Vermelho - 20%
Demais cores - 40% - destaque para as cores verde, amarelo e preto


Isso demonstra que o brasileiro está cada vez mais aberto para novas possibilidades de cores, independentemente que as cores neutras continuem sendo as mais vendidas, podemos aguardar para os próximos anos uma maior aceitação das cores vermelha e marrom por parte dos consumidores.


Forte abraço,

Wellington Nascimento

"Você pode comprar o carro na cor que quiser, desde que seja preto."
- Henry Ford

Fonte: Revista Marketing

2 comentários:

  1. First!

    Entao... Sem mais a acrescentar a não ser o fato (não sei se justo, mas ainda assim uma realidade) de que a preferencia ao cinza deve-se ao fator PREÇO.

    E uma diferença significativa por sinal.

    Há tambem uma tendencia a um tom fosco em alguns modelos esportivos... mas isso creio que já seja uma outra historia...

    ResponderExcluir
  2. Henrique Teodosio8 de junho de 2011 11:30

    A cor cinza se destaca sem influenciar as cores ao seu redor, talves isso seja um diferencial, e acho que não é convervadorismo e sim uma coisa cultura...

    ResponderExcluir

Frase do dia